Como ser inesquecível na cama

 

Seja inesquecível na cama

 

Este é um guia para tirar o sexo da rotina. Está na hora de fazer o gato se apaixonar por você novamente!

Entusiasmo

 

Não há nada mais afrodisíaco do que ver nos olhos do parceiro que ele está tão a fim de transar quanto você. Com os anos de relacionamento, no entanto, esse fogo parece se perder - culpa da rotina de casa, da criançada que toma seu tempo, da longa jornada de trabalho...
Conclusão: ele chega em casa cheio de amor para dar mas você está com aquela vontade de virar para o lado e dormir. Sem vontade, acaba cumprindo o papel de esposa de um jeito rápido e mecânico. Pois dê um basta nesse comportamento, que não é bom nem para você nem para ele. Mostrar entusiasmo e interesse fará com que o bonitão ame ainda mais a mulher que tem ao lado. Experimente iniciar uma transa. Com certeza, ele se esforçará para retribuir tanto carinho!

 

Criatividade

 

Ok, não dá para fazer uma estripulia sexual todos os dias. Mas apimentar o sexo de vez em quando não custa nada, certo? Mais que isso: você também poderá experimentar novas maneiras de sentir prazer. A criatividade em relação às posições sexuais é importante. Não se renda ao papai-e-mamãe sempre. Varie a posição, o cenário, o visual. Crie suspense, fantasie, ouse... Enfim, surpreenda seu parceiro.

 

Aventura

 

Não há coisa melhor para sair da rotina do que variar o lugar onde vocês transam. Provoque o amado numa festa, na rua ou onde bater vontade! Pode ser que nem dê para se entregar ao prazer na mesma hora, mas o simples fato de brincar com o assunto já é muito excitante. Os homens adoram esse tipo de aventura!
Acredite: quando vocês chegarem em casa, ele estará louquinho para ter a mulher sexy dele nos braços.

 

Carinho

 

Esse é o item mais óbvio, mas talvez seja também o mais difícil de ser colocado em prática. Isso porque o tempo vai levando pequenos e deliciosos detalhes que faziam parte do começo da relação. Carinho, afinal, significa lembrar de fazer aquele elogio simples ("Você está lindo hoje!"), falar o quanto valoriza a presença dele ("Senti uma saudade...") e mostrar como o toque a faz feliz ("Me dá um abraço bem gostoso?"). Também vale roubar um beijo, fazer um jantar especial, comprar o chocolate que ele tanto gosta. Claro que quando ele notar seu esforço também tentará recompensá-la. Tudo isso, além de ser delicioso, mantém a cumplicidade entre vocês e abre espaço para bate-papos francos e uma harmonia perfeita. Em resumo: esqueça a frieza!

 

Ousadia

 

Uma mulher que diz o que quer. É disso que ele gosta! Principalmente depois dos 35 anos, o homem dá muito valor às mulheres com atitude na hora do sexo. Ele já não é mais menino e, por isso, não se assusta com as decididas e ousadas. Pelo contrário: sente-se valorizado e desejado assim. Esse comportamento estimula a libido dele e favorece a boa transa. Tome a iniciativa de fazer amor, sugira posições, varie, inove e leve-o à loucura.

 

Autoestima

 

Fazer, eternamente, o papel da mulher insegura em relação ao corpo ou o da ciumenta é algo que os homens acham muito chato. Claro que estar bem cuidada e mostrar interesse nele são comportamentos importantes, mas não se pode exagerar. Se ele falar que você está linda, acredite! E não faça barraco por desconfiança - a não ser que queira desestimulá-lo.

 

Tranquilidade

 

A hora do sexo deve ser um momento especial para vocês dois. Assim, nada de levar os problemas do cotidiano para a cama! Chega de ficar conversando ou, pior, reclamando sobre as contas do mês, as brigas com as crianças, o chefe injusto. Se for falar alguma coisa, que sejam besteiras no ouvido dele ou algo que você já sabe que apimentará o amor. E lembre-se: ter mais tempo só para vocês dois é essencial. Sempre que possível, saiam juntos, façam uma viagem, deixem os filhos com os avós ou com a titia e se curtam. Não dá para ficar culpando a falta de cumplicidade pelos problemas no sexo se o casal quase não fica junto.

 

Desprendimento

 

Trata-se da famosa cuca fresca em relação à transa. Isso mesmo! Alguns homens reclamam que suas mulheres têm certo pudor em fazer ou receber sexo oral ou em tentar alguma posição nova. A questão cultural interfere nesse quesito, já que as meninas crescem ouvindo regras em relação ao sexo. Na vida adulta, muitas não conseguem se livrar dessas amarras para exercer plenamente a sexualidade. Se você se sente assim ou seu parceiro frequentemente a acusa de ter essa postura, que tal se esforçar para mudar o quadro? Faça isso por você mesma! Será bom descobrir que, entre quatro paredes, não tem certo ou errado. Vale tudo, desde que os dois estejam no clima. 
 

Seja FEliz!

Web grátis Webnode